© 2019  FLY EDUCAÇÃO E CULTURA.

  • Facebook Basic Black
  • Black Instagram Icon
  • Black LinkedIn Icon

October 11, 2019

Please reload

Posts Recentes

Líderes empáticos: por que o futuro é deles?

September 18, 2019

1/8
Please reload

Posts Em Destaque

5 passos para reconhecer se a sua escola promove uma educação transformadora

November 21, 2018

 

Como uma educação transformadora pode ser feita através de competências socioemocionais.

 

“Educação não transforma o mundo. Educação muda pessoas. Pessoas transformam o mundo'. (Paulo Freire)

 

Educação transformadora é mais do que ensinar. É um ato de amor, compreensão e afeição. Nos dias de hoje, ser professor é sinônimo de ser mediador entre a aprendizagem e o principal foco da educação: o aluno.  Entretanto, as instituições de ensino ao longo da história da educação nem sempre tinham como objetivo final o desenvolvimento integral dos seus estudantes.  


Na chamada pedagogia tradicional, a escola tinha a função de mera transmissora de conteúdo, isto é, a prática e a teoria eram vistas de forma diferentes e nessa relação, o aluno exercia função secundária no processo de aprendizagem. Já a relação educador-aluno era marcada essencialmente pelo autoritarismo. Ainda hoje é possível encontrar métodos tradicionais de ensino, porém cada vez mais uma nova concepção de educação tem sido incorporada nas chamadas escolas inovadoras.

 

Nessas instituições de ensino, a educação é vista como prática social transformadora e o aluno se torna o protagonista do processo educativo. Já o professor deve ser o mediador dessa relação, levando em consideração acima de tudo a particularidade de cada indivíduo, o seu contexto e o desenvolvimento integral, incluindo competências socioemocionais necessárias para seu relacionamento em sociedade.  

 

 

Como saber se a sua escola promove

uma educação transformadora?

 


Sendo assim, você reconhece que é ou torna-se uma escola transformadora quando segue os seguintes passos:
 

1) Enxerga o papel da educação além de uma mera instituição social que prepara jovens para este ou aquele desafio, mas que seja capaz de formar cidadãos livres, críticos, conscientes e capazes de transformarem a sociedade onde vivem.

 

2) Torna o aluno protagonista do seu processo de aprendizagem, pois, só assim é possível desenvolver, por exemplo, a cooperação em sala de aula, autonomia e a criatividade.  
Nas escolas transformadoras, métodos como o da Sala de aula invertida, também conhecida como Flipped Classroom, são muito praticados. Considerada uma inovação no processo de aprendizagem, propõe a inversão completa do modelo de ensino e torna o aluno o protagonista da sala de aula, já que esse passa a ser responsável pelo estudo dos conteúdos curriculares em casa e só vai à escola para tirar dúvidas.  


3) Valoriza o professor, que nessa relação deve ser visto como mediador do processo de aprendizagem do aluno, no qual ambos aprendem e se desenvolvem.

 

4)  Investe no ensino de competências socioemocionais, que garantem ao aluno ferramentas necessárias para lidar com seus próprios sentimentos e acima de tudo com a sociedade em que vive.
O Conselho Nacional da Educação (CNE) já estuda a implantação de diretrizes que desenvolvam competências socioemocionais nos currículos da educação básica, porém, fora do país o desenvolvimento de tais competências já é uma realidade. No Canadá, por exemplo, uma superpotência em educação, tais disciplinas já foram incluídas e o objetivo principal é o bem-estar dos alunos.

 

5) Está preocupada com o desenvolvimento integral do aluno e o enxerga como um sistema completo: física, intelectual, emocional e social. Os conteúdos de ensino são abordados com a finalidade de desenvolver no indivíduo não só as habilidades cognitivas, mas também conteúdos capazes de ensinar inteligência emocional, ou seja, alunos capazes de identificar e lidar com suas emoções com mais facilidade.


Assim, cada vez mais é necessário que as instituições de ensino desenvolvam uma educação transformadora e rompa com os modelos tradicionais, que não procuram metodologias de ensino que levam em consideração todas as feras da vida do aluno, especialmente a social e a emocional.

 

Quer saber mais? Junte-se ao grupo de escolas que já estão transformando o ensino. Entre em contato!

 

A Fly Educação acredita que uma educação transformadora é aquela que investe em competências e habilidades necessárias para a nossa atualidade. Por meio do Projeto Semente desenvolvemos nos alunos competências para a vida: Empatia, empreendedorismo, comunicação não-violenta, design thinking, liderança e autoconhecimento.

 

Tudo isso porque acreditamos que a educação muda o mundo e as pessoas!

Mude a sua escola também!

 

#EducaçãoTransformadora #CompetenciasSocioemocionais #TransformandoEducação

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload