Diversidade no mundo da tecnologia: Um mercado de trabalho mais inclusivo


A etimologia da palavra diversidade deriva do latim diversitas, atis, e significa “variedade, alteração, mudança, diferença”. De acordo com o dicionário, o conceito de diversidade é definido como “um substantivo feminino que caracteriza tudo aquilo que é diverso, que tem multiplicidade”, ou seja, é tudo aquilo que apresenta pluralidade e variedade. A inclusão, nesse contexto, é um fator crucial para promover uma diversidade maior no mercado de trabalho e nas outras áreas sociais.


No contexto social, a diversidade e a inclusão possuem funções similares e se completam, mesmo remetendo a significados diferentes. O pesquisador Romeu Kasumi Sassaki, conceitua a inclusão como o processo pelo qual os sistemas sociais comuns são tornados adequados para toda a diversidade humana - composta por etnia, raça, língua, nacionalidade, gênero, orientação sexual, deficiência e outros atributos - com a participação das próprias pessoas na formulação e execução dessas adequações. Dessa maneira, podemos perceber que, o conceito está atrelado a uma busca por integrar grupos diferentes em um mesmo ambiente, tendo em mente a pluralidade, que é raramente representada nos espaços sociais.


No âmbito profissional e social, a diversidade e inclusão é fundamental para aumentar a tolerância, auxiliar na convivência em sociedade e trazer bagagem cultural e social, proporcionando empatia e respeito com o próximo. Segundo pesquisa realizada pelo