Pedagogia de projetos: um novo olhar para a sala de aula



“Ninguém educa ninguém, ninguém educa a si mesmo, os homens se educam entre si, mediatizados pelo mundo”. Paulo Freire

Como bem pontuou Paulo Freire, educar vai além de transmitir conhecimento, educar é um buscar. O educar e o aprender acontecem na relação, exigem percepção de si, do outro, do ambiente e do momento. Envolvem um ser inacabado e em constante busca por experiência, é um processo pessoal, relacional e ativo, é a busca de nós e do outro, o que nos confere aquela qualidade que tanto valorizamos, humanidade.


Ok, mas o que isso tem a ver com Pedagogia de Projetos? Tudo!


Aprender é comum a todo ser humano, todo mundo aprende e isso nos faz que somos, isso nos une. Mas o processo de aprendizagem é único e diferente para cada um. Não é à toa que existem muitas metodologias de ensino por aí. Isso não significa que não podemos trabalhar com grupos grandes, diversos e ainda assim desenvolver um planejamento centrado no aluno.


É aí que entra a Pedagogia de Projetos. Ela aparece como uma ferramenta, uma alternativa de trabalho que ultrapassa aquela perspectiva de aprendizado como memorizaçã